Imagem capa - Mais Sobre Mim! por Eduardo Delux

Mais Sobre Mim!

Há seis anos comecei minha jornada. Deixe-me te contar um pouco da minha história!


Sempre fui fascinado por arte. É claro, também nunca me dei bem com exatas ou com português. Aliás, se não fosse minha namorada para corrigir este texto, nem sei o que seria de mim!


Bom... Sempre gostei de desenhar e de fazer artes com qualquer coisa. Quando era pequeno, brincava com soldadinhos, construía cenários mirabolantes para fazer guerras com eles, construía pistas de corridas, construía castelos e desenhava bastante. Hoje estou enferrujado, mas ainda gosto muito. O tempo passou bem rápido. Quando me dei conta, estava fazendo curso Técnico em Designer Gráfico; três anos estudando. Foi uma época da minha vida em que, juntamente com a fotografia, me encontrei.


No dia 22 de Julho de 2012, já trabalhando como Designer Gráfico, fiz meus primeiros clics. Com uma câmera emprestada, fui fotografar (de graça) para uma loja de roupas chamada "Coordenada Multimarcas", que hoje é uma grande parceira. E, é claro, eu não fazia a mínima ideia do que estava fazendo, achava que era fácil fotografar. Aliás, "com uma câmera dessas" (era o que sempre ouvia, e, às vezes, ainda ouço), tudo parecia muito simples. Mas, naquela época, sem saber direito o que estava fazendo, perdi muitos cliques, e como perdi!


Por ser o primeiro contato com uma câmera, que peguei emprestada para fazer estas fotos -e era uma câmera até muito boa para época -, as fotos saíram um fiasco. Algumas ainda “salvaram", mas depois de muitas tentativas. Frustrado, pensando que a câmera iria fazer tudo por mim, voltei para casa triste, tentando entender por quê as fotos não saíram boas o bastante para meu nível de exigências. Mergulhei na Internet procurando saber um pouco mais sobre a fotografa e sua história. E... Meus Deus! O mundo se abriu, minha mente viajou nas infinitas possibilidades que a fotografia proporcionava: semiótica, história da fotografia, composição e técnicas chegaram com os dois pés na porta do meu cérebro.


Nesta época, me lembro bem que fiquei um ano estudando tudo o que via pela frente sobre fotografia; e nem tinha uma câmera. Como todos sabem, Office Boys e Freelancers de Designer Gráfico não ganham muito dinheiro. E uma câmera naquela época - e até hoje - custava muito caro. Então trabalhei e juntei um pouco de dinheiro, e minha mãe também me emprestou uma boa grana para comprar a câmera. Depois de um ano, consegui comprar.


Mas, antes disso, não havia Eduardo - somente fotografia. E eu fotografava tudo com meu cérebro. Quando consegui comprar minha primeira câmera, que alegria! “Bora” fotografar tudo o que encontrava pela frente! Principalmente plantas e flores; minha mãe é apaixonada por plantas e flores...


Fiquei cerca de 1 ano fotografando plantas e objetos que encontrava. E, claro, estudando muito. Quando me dei conta, o primeiro cliente surgiu. Cobrei uma bagatela para registrar um aniversário de criança, e eu nem fazia ideia de como era complicado. Ficar correndo atrás das crianças que não paravam um segundo - como essas crianças tem energia! E foi um sucesso. Fotografei como se não houvesse o amanhã, como se estivesse ganhando um milhão de reais. Com o sucesso das fotos da festa, consegui outros trabalhos e, consequentemente, pessoas chegavam até mim querendo o registro dos seus filhos. A partir daí, nunca mais parei de fotografar e estudar.


Sempre gostei de fotografar pessoas. Na verdade, sempre gostei de pessoas.


Na escola eu era um dos caras mais populares. Não por ser o mais bonito, rsrsrsrs, e sim por ser o mais bagunceiro e zoador (como minha mãe já foi chamada na escola... Meu Deus). Me enturmava fácil e, sem dúvida, isto era meu diferencial. Muitos pensavam que eu iria virar comediante!


E, hoje, nunca estive tão certo de NÃO TER um “plano B”. Para mim, só existe um plano: “PLANO A” – “A” de Amor pela Fotografia e por tudo que consegui conquistar até hoje. E, nesta caminhada, tenho uma pessoa a quem eu quero muito agradecer, pois, sem ela, nada disso seria possível: minha Mãe, minha Rainha, meu Forte e minha Inspiração. Obrigado por tudo, Mãe!